Como utilizar as redes sociais a favor da vida profissional

Natália Collor

Como você utiliza suas redes sociais? Você pensa que elas são uma potencial vitrine sua para o mercado de trabalho ou apenas posta sobre sua vida pessoal? A psicóloga, consultora e coach corporativo e pessoal Lucilene Tofoli conversou com a Symplicity e deu dicas sobre o assunto.

O primeiro ponto que Lucilene destaca é a importância de entender o que são as redes sociais. Principalmente quando se vai tratar das redes relacionadas ao âmbito profissional, já que todo mundo está inserido neste contexto das mídias digitais. O Linkedin, Facebook, Instagram e Whatsapp fazem parte da realidade tanto das pessoas que querem se inserir no mercado de trabalho como de quem já está atuando. Além de serem maneiras de se conectar, são a forma que as pessoas mais estão se conectado umas com as outras atualmente, no meio profissional e pessoal.

Uma das coisas que se deve pensar é que quantidade não é qualidade. Por isso é importante que se fique atento a quem está na rede de amigos e quais são os conteúdos que você está compartilhando por lá. A primeira pergunta que se deve fazer é: por que estou entrando nesta rede social? Qual será minha postura dentro dela? Como eu atualizo as informações que estão nesta rede? Não é apenas abrir uma conta, é saber qual tipo de conteúdo quer abastecer aquele espaço.

Tudo que é postado na rede social está conectado com a marca pessoal de cada pessoa. O que a pessoa curte, posta e comenta lá fala sobre quem ela é, no que acredita e monta uma imagem para a rede de amigos que se constrói. As pessoas nos encontram nas redes sociais a partir de algoritmos e filtros. Quando se tem uma imagem clara para passar o que se pensa é possível usar estas redes como suas amigas no âmbito profissional.

Veja algumas dicas de Lucilene para um bom posicionamento em redes sociais:

Quem é você?

As redes sociais são praças públicas que hoje estão do seu lado para expor seu trabalho. Além disto, lá você estampa suas características e qualidades. Assim é possível atrair vagas e oportunidades de acordo com suas aptidões e núcleos de relacionamento. Mas Lucilene relembra: saiba que você está sendo observado a todo momento. Você é responsável por tudo o que publica e as informações que você coloca nas redes sociais é o que suas conexões sabem sobre você.

Coerência no discurso

É importante ter coerência com o discurso que está sendo passado offline e online. Não adianta ter um currículo incrível, fazer uma entrevista ótima e nas redes sociais não manter o mesmo discurso. Nas redes sociais postar coisas relacionadas a bebidas e festa todo final de semana, se na entrevista afirmou ser uma pessoa que não sai muito. Fique atento aos valores da empresa, caso ela mantenha uma postura de inclusão e um lado humanizado, postar conteúdo nas redes sociais fazendo apologia às armas e violência não é a melhor ideia.

Boa apresentação de foto

A foto é a primeira impressão que se terá sua nas redes sociais. Por isso, a qualidade da imagem deve ser a melhor possível. Não dê prioridade para fotos recortadas, com montagens e roupas de banho, por exemplo. Não tenha duvida, que se você está em um processo seletivo, com certeza quem o está avaliando vai analisar o seu perfil e a forma que você se apresenta vai ser a imagem que fica para o avaliador.

Radicalidade nas opiniões

Em tempos que as opiniões são muito compartilhadas nos perfis pessoais em redes sociais, saiba que levando um posicionamento, seja ele qual for, você está excluindo o outro cenário. Ter cautela na hora de se expressar pode também ajudar você a não ser mal compreendido.

O machismo, discriminação por raça, gênero ou origem também são posicionamentos que podem tirar uma vaga de um possível candidato. A pessoa que está por trás da postagem não terá chance de se explicar, então não arrisque ser mal entendido. Esta será a imagem que ficará para o avaliador ou avaliadora.

Leia mais

As angústias dos estudantes de ensino superior sobre carreira

Deixe um Comentário