Mississippi State University: veja como funciona o setor de carreiras da instituição

Natália Collor

A Mississippi State University tem um longo histórico entre a Symplicity e seu setor de carreiras. Em 2001, a instituição implementou o CSM, tornando-se um dos primeiros centros de carreiras a integrar o sistema.

Parceria para otimizar o cetor de carreiras

O firme comprometimento da universidade com seu Programa de Educação Cooperativa levou-a a buscar um sistema de gestão online. O objetivo era coordenar todas as atividades relacionadas ao programa. O Centro de Carreiras fez uma parceria com a Symplicity para customizar seu sistema. Ela se deu por meio do programa de cooperação e estágios, desenvolvendo o que hoje é conhecido como módulo de Aprendizagem Experiencial.

Uso de dados e relatórios pelo setor de carreiras

Além de ser uma instituição pioneira da Symplicity, a universidade também faz uso intenso de dados do CSM. Os relatórios são usados para mensurar o envolvimento dos estudantes, satisfação dos funcionários e resultados de empregabilidade pós-formatura.

O Centro de Carreiras continuou a incrementar seu sistema e a encontrar maneiras inovadoras de usar a plataforma. O setor criou centenas de relatórios para acompanhar os resultados da aprendizagem experiencial e os eventos de recrutamento no campus.

Entretanto, funcionários tinham dificuldades em localizar seus relatórios e acabavam criando novos.

A importância de relatórios e cadastros integrados

O Diretor Assistente de Avaliação, Charlie Wilder, trabalhou intensamente para limpar o número de relatórios no sistema. Ele o fez com o apoio da sua Especialista em Relacionamento com o Cliente, Melissa White.

Juntos, eles adicionaram categorias aos filtros de relatórios e reduziram o número de relatórios de 450 para 40. “Agora temos um sistema de etiquetas”, explica Charlie. “Sempre que precisamos achar um relatório sobre um determinado tópico que já foi criado, é fácil de procurar e encontrar.”

Dados e relacionamento com egressos

Charlie e sua equipe também usaram os dados da Primeira Pesquisa de Destino para criar um relatório anual de carreiras para a Faculdade de Engenharia. Na formatura de primavera, funcionários entregaram a pesquisa aos formandos na livraria e coletaram suas respostas. Os dados foram alimentados no CSM para fins de acompanhamento. Quando os estudantes não respondiam, Charlie entrava em contato por telefone ou e-mail. O intuito foi registrar se eles tinham conseguido se empregar após a formatura.

Sucesso após repensar empregabilidade

Desde 2001, a Mississippi State University faz intenso uso da Symplicity para gerenciar todos os seus processos de serviços de carreira. Do acompanhamento de oportunidades cooperativas e eventos no campus. Passando pela a mensuração dos resultados de empregabilidade pós-formatura. Assim como pela facilitação de contato com empregadores. Em todas essas atividades, o CSM é a principal solução de serviços de carreira. Sejam eles para alunos, empregadores ou funcionários da instituição.

O uso da Symplicity ajudou a afinar a comunicação entre o Centro de Carreira e os departamentos acadêmicos da universidade. Anteriormente, empregadores entravam formalmente em contato com os acadêmicos em busca de estudantes qualificados. Atualmente, publicam anúncios de emprego e fazem triagem de candidatos no site.

Perspectivas a longo prazo para o setor de carreiras

Apesar de usar o CSM há mais de 15 anos, a Mississippi State University segue expandindo seu uso. A equipe aponta satisfação com o valor proporcionado aos alunos, empregadores e funcionários.

Quando questionado por que prefere a Symplicity às demais soluções do mercado, Charlie é taxativo. Ele se diz impressionado pela capacidade da empresa de entregar um produto de sucesso ao longo do tempo. E ainda complementa “Se você olhar para a história da Symplicity, eles estão no mercado há um bom tempo, enquanto os demais produtos vêm e vão”.

Quer conhecer um pouco mais da Symplicity? Então entre em contato conosco.

Deixe um Comentário